sexta-feira, 26 de outubro de 2012

Hospitais Universitários terão que prestar contas dos gastos a Ebserh.


A semana começou com uma notícia aparentemente boa para os hospitais universitários. O Ministério da Educação publicou no Diário Oficial da União uma portaria autorizando a liberação de R$ 82 milhões para a reestruturação de 44 unidades hospitalares em todo o país, inclusive para hospitais de universidades cujos Conselhos Universitários já decidiram não aderir à Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), como a Universidade Federal do Paraná. O problema é que mesmo esses hospitais terão de prestar contas dos gastos à Ebserh.
"Entendemos que é um verdadeiro atentado à autonomia universitária. Os hospitais têm, sim, de prestar contas dos gastos, mas à comunidade universitária e ao Ministério da Educação e a outros órgãos de controle interno e externo, como a Controladoria Geral da União e o Tribunal de Contas da União, mas não para uma empresa privada, como é a Ebserh", critica a professora Maria Suely Soares, 2ª vice-presidente da Regional Sul do ANDES-SN e integrante do Grupo de Trabalho de Seguridade Social e Assuntos de Aposentadoria (GTSS).
Para o ANDES-SN, o teor da portaria mostra que o governo quer, a todo custo, vincular os hospitais universitários à Ebserh, uma empresa criada para privatizar a maior rede hospitalar com atendimento 100% SUS.
Clique aqui e acesse a portaria.
Fonte: ANDES-SN
Postar um comentário